Notícias da Mídia


Conheça as inovações do mercado de proteção solar

Publicado em: 01.12.2017

A indústria de Cosméticos vem inovando e ampliando as opções de produtos de Proteção Solar em prol da saúde e melhor qualidade de vida da população. Veja as novidades:

Texturas mais leves

Muitas fórmulas foram repaginadas e ganharam toque seco e leve, quase imperceptível sobre a pele. A maior parte da população brasileira sofre com oleosidade excessiva, que se acentua com o calor. Nesse caso, mais uma boa notícia. “Há novas loções com micropartículas que ajudam a enxugar o óleo em excesso da superfície da pele, atenuando o brilho do rosto sem ressecar”, conta a Dra. Patricia Nakahodo, dermatologista da clínica Ligia Kogos, de São Paulo.

Alta durabilidade

Por mais que o protetor solar tenha FPS alto, a reaplicação é necessária. “Como a gente sua, encosta em cadeiras, entra na água, toca em roupas, o filtro vai perdendo sua eficácia. Além disso, a maior parte das pessoas usa uma quantidade de produto menor que a ideal – cerca de 2mg/cm² de pele (o que equivaleria a uma colher de chá apenas para o rosto, por exemplo) ”, afirma o Dr. Sérgio Schalka, dermatologista coordenador do Consenso de Fotoproteção da Sociedade Brasileira de Dermatologia. A recomendação geral é que o filtro solar seja reaplicado a cada duas horas. No entanto, hoje existem protetores com maior poder de fixação e que podem manter a pele protegida por até 4 horas.

Como maquiagem

Saúde e beleza têm tudo a ver. Por isso, muitos protetores solares possuem cor. Além de proteger das radiações UV, uniformizam o tom da pele, proporcionando um efeito similar ao da maquiagem. A Dra. Claudia Marçal, membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e membro da American Academy of Dermatology (AAD), diz que a vantagem desse combo de FPS e make vai além da barreira de raios UV: “Filtros de alta cobertura com cor fazem parte dos últimos lançamentos em fotoproteção. A cor serve como uma barreira física à luz visível (lâmpadas, telas de TV, computador, celular). Esse tipo de luz pode causar maior oxidação e manchas na pele”.

Contra o envelhecimento precoce

O protetor solar, por si só, já pode ser definido como um produto anti-idade, uma vez que mantém a pele a salvo da radiação que causa o envelhecimento precoce. No entanto, existem inovações que potencializam o efeito de fonte da juventude. O óleo de buriti, por exemplo, tem sido usado junto a filtros solares devido à sua alta concentração em betacaroteno. Essa substância é um antioxidante poderoso, o que quer dizer que combate radicais livres, responsáveis por danos graves à pele que levam ao envelhecimento. Outra novidade é a proteção dos raios infravermelhos e ultravioleta nos filtros solares. É um grande avanço pois essas faixas de luz danificam as estruturas de colágeno da pele, tornando-a mais flácida e menos elástica.

Multifuncional

Hoje é possível até aliar tratamento de pele com proteção solar. Existe uma nova geração de protetores solares que consegue combater a acne, hidratar e até suavizar sinais da idade. Com o avanço tecnológico das fórmulas, dá para agregar antioxidantes poderosos, ácido hialurônico, ingredientes secativos antiacne, por exemplo. Tudo isso torna o filtro multifuncional e ainda mais presente no dia a dia.

Adesivo eletrônico

Uma novidade deste verão é um adesivo eletrônico que monitora a quantidade de raios UV recebida pela pele. Com a metade da espessura de um fio de cabelo, colado na pele, o adesivo tem pigmentos que mudam de cor conforme a exposição aos raios solares. O monitoramento é feito por um aplicativo de celular que lê as informações do adesivo e informa se a pessoa utilizou o protetor solar na medida certa e também indica quando aplicar o produto novamente. O objetivo é conscientizar as pessoas sobre a importância da proteção solar de forma lúdica. Cada adesivo pode ser usado por até 5 dias.