CNI, ABIHPEC e dezenas de associações setoriais lançam manifesto em favor de uma reforma tributária ampla

Entidades defendem que apenas uma reforma que inclua tributos dos três entes da Federação será capaz de melhorar o ambiente de negócios e propiciar um crescimento maior da economia

Em manifesto lançado na quinta-feira, 13/05, o setor produtivo brasileiro defende uma reforma tributária ampla. Além da CNI e da ABIHPEC, dezenas de associações setoriais da indústria aderiram ao manifesto destacando que apenas uma reforma que inclua tributos dos três entes da Federação, União, Estados e Municípios, será capaz de melhorar o ambiente de negócios e propiciar um crescimento maior da economia.

“A avaliação da Reforma Tributária deve ser feita com base nos ganhos a serem obtidos pelo país como um todo, sem se limitar a uma visão parcial dos efeitos sobre determinados setores ou entes da federação. O foco sempre deve ser o melhor para o Brasil”, afirma o Manifesto. 

O Manifesto cita estudos de profissionais renomados, que fazem parte de instituições como o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a LCA Consultores e a Fundação Getúlio Vargas (FGV), os quais indicam que a reforma tributária ampla tem capacidade de aumentar em até 20% o ritmo de crescimento do PIB brasileiro nos próximos 15 anos.

“Essa aceleração do crescimento ocorrerá como resultado dos ganhos de competividade da produção nacional em relação aos competidores externos e da melhor alocação dos recursos produtivos”, explica o texto.

Acesse a íntegra do manifesto:

Manifesto pela Reforma Tributária Ampla

Fonte: CNI

Open chat
Como posso te ajudar?

Para entender o comportamento de compras durante o Dia dos Pais, a área de Inteligência de Mercado da ABIHPEC está conduzindo um mapeamento detalhado sobre comportamentos, tendências e preferências de presentes para essa data especial.

Participe! A pesquisa é rápida e simples, e todas as respostas são anônimas: