Comunicados


Programa “Dê a Mão para o Futuro” doa equipamentos de reciclagem para cooperativas de Londrina

Publicado em: 19.12.2017

Em 15 de dezembro, o Programa de Responsabilidade Pós-Consumo “Dê a Mão para o Futuro – reciclagem, trabalho e renda” realizou a doação de equipamentos, como Linha de Triagem de Material Reciclável, Moinho de Vidro e Esteiras, para cooperativas de Londrina, no Paraná. O programa é coordenado pela Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC), em parceria com a Associação Brasileira das Indústrias de Produtos de Limpeza e Afins (ABIPLA) e Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães e Bolos Industrializados (ABIMAPI).

A doação irá auxiliar na profissionalização dos catadores de material reciclável e melhorar a capacidade produtiva da região, por meio de uma demanda da Central de Valorização de Materiais Recicláveis (CVMR) do município, implantada em parceria com o Instituto Paranaense de Logística Reversa (ILOG) e a Cooperativa de Trabalho de Catadores de Materiais Recicláveis e Resíduos Sólidos da Região Metropolitana de Londrina (COOPER REGIÃO).

A solenidade contou com a participação de autoridades políticas de Londrina, entre eles Moacir Sgarione, presidente da CMTU e representante do prefeito; Roberta Silveira Queiroz, secretária municipal do Meio Ambiente; Antonio Amaral, representante da Secretaria Estadual do Meio Ambiente; Aline Fagion, representante da vereadora Daniele Ziobu; Luiz Roberto dos Santos do ILOG; e de Matheus Siqueira, coordenador técnico de Meio Ambiente da ABIHPEC.

“O ‘De a Mão para o Futuro’ fornece todos os equipamentos necessários para que as cooperativas possam aumentar a sua produtividade e melhorar a renda de seus afiliados”, explica Rose Hernandes, diretora de Meio Ambiente da ABIHPEC. “O programa também realiza a capacitação de todos os profissionais que estejam envolvidos no processo nas cooperativas, e promove a divulgação na sociedade, de forma a estimular a separação adequada dos resíduos, ampliando o volume de coleta”, finaliza a executiva.

Mais informações: www.maoparaofuturo.org.br