Notícias da Mídia


Dia das Mães deve movimentar R$ 270 milhões em Fortaleza

Publicado em: 02.05.2019

Valor é 5% superior ao previsto em 2018, quando o impacto estimado foi de R$ 257 milhões

Considerada a segunda melhor data comemorativa para as vendas, o comércio fortalezense espera movimentar cerca R$ 270 milhões com a compra de presentes para o Dia das Mães. O valor é 5% superior ao previsto em 2018, quando o impacto estimado foi de R$ 257 milhões.

Os dados são referentes a pesquisa sobre o Potencial de Consumo do Fortalezense para o Dia das Mães, realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Ceará (Fecomércio-CE), divulgada nesta terça-feira (30).

Aproximadamente 56,2% dos consumidores da Capital afirmaram que irão comprar algum produto para presentear na data, enquanto 25,5% disse que não irá realizar compras e 5,6% ainda não sabem.

O valor médio das compras estimado é de R$ 258, um resultado 9,3% maior do que o apontado na pesquisa do ano passado, quando os consumidores pretendiam gastar em média, cerca de R$ 236 na escolha dos presentes.

Segundo o presidente da federação, Maurício Filizola, a intenção de compras foi menor em relação ao ano passado. No entanto, o valor médio das compras aponta um índice superior, indicando um maior faturamento.

Os artigos de vestuário (33,3%) lideram a preferência do consumidor na hora de presentear. Seguido de itens de perfumaria (31,6%), sapatos, cintos e bolsas (10,5%), eletro portáteis (6,0%) e flores com 5,8%.

Já em relação as formas de pagamento, um pouco mais da metade dos consumidores da Capital (59,6%) preferem pagar à vista com dinheiro (52,8%) ou com cartão de débito (6,8%). E, cerca de 45,5% dos fortalezenses preferem optar pelo cartão de crédito.

O comércio local pode esperar uma maior concentração de compras no final de semana, já que 25,8% dos fortalezenses apontam o sábado como o dia mais provável para realizar a compra dos presentes. E, dentre os locais de compra, a pesquisa revela que 47,9% dos consumidores preferem lojas de shopping.

Para Filizola, os consumidores estão mais responsáveis por suas compras e buscam escolher os produtos com mais calma, por isso os lojistas devem estar mais atentos para atrair os consumidores.

Outras possibilidades

Mais da metade dos consumidores da Capital (61,2%) irão comemorar a data. Dentre os locais apontados, a maioria dos fortalezenses (85,4%) preferem celebrar em casa ou na casa de parentes, 9,3% em restaurantes e 2,4% em viagens.

Fonte: Diário do Nordeste