Releases


ABIHPEC ressalta importância de cuidados especiais no inverno

Publicado em: 01.08.2019

Caderno de Tendências 2019-2020, elaborado pela associação, mostra que consumidores estão cada vez mais cientes da influência do clima no corpo

Nesta época do ano, além do frio, o ar fica mais seco na maioria dos estados brasileiros, o que faz com que a pele e os cabelos demandem cuidados ainda mais especiais. Sempre atenta e preocupada com a saúde do consumidor, a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC) ressalta a importância de alguns produtos e hábitos que ajudam a prevenir ressecamentos e outros problemas causados por este tipo de clima.

A falta de umidade é um dos fatores que mais agridem o corpo humano. Segundo especialistas parceiros da ABIHPEC, é possível proteger-se dessas agressões causadas pelo clima por meio de algumas práticas cotidianas e a aplicação de produtos adequados.

A dermatologista Carla Bortoloto, da Sociedade Brasileira de Dermatologia Clínica e Cirúrgica (SBDCC), afirma que o melhor momento para o uso de hidratantes é, de preferência, logo após o banho. Segundo ela, porque os vasos sanguíneos ficam mais dilatados e a superfície úmida potencializa a absorção dos agentes umectantes.

O uso diário de protetor solar também é uma recomendação unânime, entre os profissionais, como hábito importante para manutenção da saúde. Além de muitos deles agirem com ação hidratante, protegem a pele dos raios ultravioleta, o que contribui com a prevenção de doenças graves como câncer de pele, por exemplo.

Como se sabe, os lábios também sofrem com a baixa umidade do ar gerada pelo frio. A indicação é utilizar hidratantes labiais, todos os dias, para evitar rachadoras e inflamações. A indústria de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos, de olho na demanda do consumidor por mais praticidade, já desenvolve produtos multifuncionais, como batons com hidratante e filtros UV.

O couro cabeludo é outro tipo de pele que também já é contemplado pelas inovações do setor de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos (HPPC). Nesse sentido, xampus de diversas marcas passaram a ser compostos por ingredientes que hidratam e são capazes de restaurar a pele seca e sensível.

O dermatologista e tricologista, Valcinir Bedin, presidente da Sociedade Brasileira do Cabelo (SBC), afirma que, para evitar o ressecamento e preservar a saúde dos fios, o ideal é diminuir a frequência da lavagem capilar, passando a fazer isso no máximo dia sim, dia não.

O presidente-executivo da ABIHPEC, João Carlos Basilio, também ressalta que o desenvolvimento de produtos do setor de HPPC sempre levou em consideração, entre outros fatores, a ação do clima sobre o corpo. “A evolução da indústria sempre foi norteada pela preocupação com a entrega de produtos cada vez mais capazes de contribuir com a preservação da saúde do consumidor e seu bem-estar, e as ações climáticas sobre o corpo são fatores com os quais nos mantemos atentos”, afirma.

Tendências

De acordo com o Caderno de Tendências 2019-2020, elaborado pela associação em parceria com o Sebrae, os consumidores estão cada vez mais cientes da influência do clima no cabelo. O material traz informação da Mintel, que aponta que 30% dos brasileiros dizem que pagariam mais por itens que protejam o cabelo da ação negativa do sol, por exemplo.

Quanto ao clima frio, a publicação mostra que a variação de humor, comumente associada ao clima, também pauta as escolhas pelas cores. Nesse sentido, consumidores buscam soluções, seja em produtos ou serviços, que os afastem da “tristeza do inverno”, bem como os que estimulam o otimismo e a alegria no verão.