Notícias da Mídia


Varejo online faturou R$ 26,4 bilhões no 1º semestre, aponta relatório

Publicado em: 13.08.2019

O varejo virtual brasileiro está num processo de crescimento consistente. Prova disso é que, de acordo com dados da Ebit|Nielsen, o mercado vem registrando altas consecutivas, sendo de 7,4% em 2016, 7,5% em 2017 e 12% em 2018. E, para se ter uma ideia desse potencial, só no primeiro semestre de 2019 os e-commerces já faturaram R$ 26,4 bilhões.

Mas o mais interessante é que muito desse resultado é puxado pelas datas comerciais, como mostra o mais recente relatório da Social Miner. Segundo o estudo, que avaliou a performance das lojas online nos primeiros seis meses de 2019, o Dia do Consumidor, que acontece no dia 15 de março, registrou o maior pico de visitas e vendas no período.

Já o segundo pico de conversões aconteceu em 23 de maio, a 20 dias do Dia dos Namorados. E o mês das mães concentrou, aliás, o maior volume de vendas do semestre, com representatividade de 19,5%.

Outras descobertas

O material revela também que as categorias favoritas no período foram Beleza e Saúde, Informática e Moda e Acessórios, e que a maior parte dos usuários optaram por pesquisar por ofertas e fechar suas compras pelo desktop, sendo que o dispositivo concentrou 61,1% das visitas e 69,1% das vendas.

Além disso, o relatório mostra que a demanda por atendimento atingiu seus picos nos meses de maio, abril e junho, e o canal de suporte preferido dos consumidores foi o chat — demonstrando assim uma preferência dos usuários por um atendimento mais prático e rápido.

Já sobre as compras, os meses de maio e junho, em que comemoramos o Dia das Mães e Dia dos Namorados, apresentaram os menores índices de tentativa de fraudes e as categorias com ticket médio mais alto foram Eletrodomésticos, Hotéis e Viagens, Eletrônicos e Informática, enquanto Bebidas, Livraria, Bebês e Beleza e Saúde foram os segmentos com ticket mais baixo.

Fonte: E-commerce Brasil